O governador do Piauí, Wellington Dias, prestou solidariedade às famílias das vítimas do atentado ocorrido em Suzano, São Paulo, onde dois estudantes assassinaram cinco alunos e duas funcionárias de uma escola. W.Dias falou sobre o assunto nesta quarta-feira (13/03), durante o evento em homenagem à Batalha do Jenipapo, em Campo Maior. 

Wellington informou que havia ligado para João Dória, Governador de São Paulo, para prestar solidariedade e disse que esse acontecimento é importante para que se reflita sobre a necessidade de uma política de paz. 

“Essa verdadeira apologia a arma cria um ambiente ruim. Sei o quanto sofre a família daquelas pessoas que foram assassinadas em Suzano e nós temos que aprender algo. Acho que é um recado importante, é uma reflexão para trabalharmos por um Brasil de paz e um Piauí de paz”, respondeu Wellington Dias quando perguntado acerca do massacre de Suzano.

O massacre

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, mataram sete pessoas, sendo cinco alunos e duas funcionárias de um colégio em Suzano (SP). Em seguida, um dos assassinos atirou no comparsa e, então, se suicidou. Taucci Monteiro e Luiz Henrique eram ex-alunos do colégio.

Pouco antes do massacre, a dupla havia matado o proprietário de uma loja da região.

A polícia diz que os dois tinham um "pacto" segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam.

Dê sua opinião:

Tags