O vereador Luis André (PSL), apresentou na Câmara Municipal de Teresina um Projeto de Lei que dispõe sobre a criação da Farmácia Veterinária Pública de Teresina.

Para o parlamentar, a implantação desse novo serviço será de grande relevância para os teresinenses, tanto para a população de baixa renda que possui animais de estimação, mas não tem como custear as despesas médicas dos seus animais, bem como para as instituições voluntárias, como a APIPA, que cuida e acolhe os animais abandonados, mas que também não possuem condições suficientes para custear o tratamento de todos os acolhidos.

Vereador Luís André foi o autor do projeto que cria a farmácia veterinária popular de Teresina (Foto: Divulgação)

“A Farmácia Veterinária Popular de Teresina será de extrema importância para todos. Acredito que facilitando o acesso gratuito à medicação, vacinas e aos procedimentos de tratamento veterinário, mais pessoas vão adotar os animais em situação de rua, pois uma das maiores dificuldades que os adotantes e os protetores de animais enfrentam é exatamente o custeio dos tratamentos veterinários adequados aos animais debilitados que resgatam. A nossa intenção por meio desse projeto é levantar a bandeira da proteção aos animais”, explica Luis André.

No dia 27 de março, às 10h, será realizada uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Teresina para discutir o tema juntamente com associações de proteção aos animais, SDUs, Secretária do Meio Ambiente, Centro de Zoonoses, OAB e Ministério Público.

A Farmácia Veterinária Pública de Teresina, se implantada, fornecerá remédios e tratamento aos animais em guarda ou tutela de pessoas de baixa renda, ONG's e Associações. A Farmácia Veterinária Pública e os Postos de Atendimento Veterinário oferecerão todos os procedimentos e medicações necessárias para o tratamento do animal, incluindo também vacinações e castrações. O atendimento poderá ser realizado gratuitamente por Organizações Não-Governamentais registradas neste município, que tenham entre suas finalidades estatutárias a proteção aos animais, bem como, pelos protetores independentes de animais, desde que devidamente cadastrados na Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Dê sua opinião:

Tags