Vereador constata superlotação no HUT e denuncia que acontece desde o período eleitoral

Dr Lazaro (PPS) diz que a má funcionalidade dos hospitais do interior do estado é o que agrava a superlotação no HUT

O vereador Lázaro Carvalho (PPS), Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Teresina, fez uma visita de vistoria ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) nesta segunda- feira (29/10) e denuncia que desde a campanha eleitoral houve um aumento no fluxo de pacientes no hospital. Segundo ele, isso acontece principalmente por falta de estrutura nos hospitais do interior do estado.

“Fui ao HUT fazer mais uma visita de vistoria e o que vi foi triste. Corredores lotados e pacientes passando muito tempo na enfermaria. Segundo o que dizem os próprios servidores do HUT, isso acontece desde setembro, no meio da campanha eleitoral. Esse aumento no número de pacientes represados no HUT vem em decorrência da má funcionalidade dos hospitais do interior do Piauí. Falta dinheiro, equipamentos, materiais e próteses”, afirma o vereador.

Segundo Dr. Lázaro, as cirurgias que eram realizadas em Esperantina, Campo Maior, Valencia, Uruçuí e em outras cidades do interior, não estão sendo mais realizadas por falta de investimentos e isso faz com que esses pacientes sejam obrigados a saírem da sua cidade em busca de atendimento na capital.

O vereador denuncia que os pacientes chegam a Teresina e vão até as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na capital. Sem atendimento, são transferidos para o HUT, mas não estão conseguindo receber o tratamento adequado e nem conseguem transferências para outros hospitais como o Hospital Universitário (HU) e o Hospital Getúlio Vargas (HGV), pois esses hospitais também estão com falta de equipamentos.

“Isso é um descaso total com a saúde pública do Piauí. Essa situação não pode continuar assim. É necessário desafogar a saúde do interior do estado para consequentemente melhorar a da capital”, conclui Dr. Lázaro.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: