Projeto prevê criação de sistemas regionais de coleta de recicláveis no Piauí

Estado planeja a regionalização da coleta por meio de um consórcio.

A composição de uma parceria para o estabelecimento de um sistema de coleta de resíduos sólidos foi o tema central da visita do diretor-geral do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Iaepi), Luiz Claudio Macedo, a São João do Piauí, onde se encontrou com o prefeito do município, Gil Carlos, na sexta-feira (11), abordando também o Plano Municipal de Manejo de Resíduos Sólidos, bem como a formação de uma Associação de Catadores e Recicladores da região.

O projeto do governo visa criar sistemas regionalizados de coleta e reciclagem de resíduos no interior. "A ideia é que, ao adotar um modelo regional, um volume maior de resíduos seja gerado, e, com isso, aumente a atratividade para os compradores finais, gerando mais emprego e renda nos municípios", explica Luiz Claudio.

A ideia é realizar o projeto-piloto reunindo oito municípios da região de São João, que seria a base de operação. Assim, entre os municípios que devem participar desta primeira experiência estão, João Costa, Pedro Laurentino, Lagoa do Barro, Capitão Gervásio Oliveira, Nova Santa Rita e Campo Alegre do Fidalgo.

Com expresso apoio às iniciativas locais, o governo tem incentivado e auxiliado os gestores a elaborarem os planos municipais de gestão integrada de resíduos. O projeto do Estado planeja a regionalização da coleta por meio de um consórcio, incialmente tecido para aproveitamento de recicláveis, mas com estudos que buscam também viabilizar condições técnicas para aterros sanitários regionais.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: