Portal O Estado

Procon Teresina lança projeto com foco na educação do consumidor mirim

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, destacou o trabalho interdisciplinar que pode ser desenvolvido e o impacto da educação para o consumo no equilíbrio financeiro das futuras gerações com o projeto.

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Teresina (Procon) lançou na manhã da última terça-feira (20) dois importantes projetos, o “Guia Prático do Consumidor Informado” e o Projeto “Educação Para o Consumo Consciente”. O objetivo é promover uma educação que visa o consumo racional e consciente por meio de cartilhas informativas e projetos práticos.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, destacou o trabalho interdisciplinar que pode ser desenvolvido e o impacto da educação para o consumo no equilíbrio financeiro das futuras gerações.

“É um trabalho muito rico e que dá para ser bastante explorado em diversas áreas, como a matemática, o português e tantas outras, por que é uma questão que tem a ver com a qualidade de vida das pessoas e das famílias de um modo geral. O consumo consciente e racional é cada vez mais um desafio para todos nós”, disse.

Já o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Venâncio Cardoso, órgão ao qual o Procon Teresina é vinculado, destacou a importância do lançamento das cartilhas e do projeto piloto de educação nas escolas.

“O Procon Teresina trabalha com três vertentes. A da conciliação, da fiscalização e principalmente da educação. Tanto o guia prático, quanto o projeto de educação do consumo nas escolas, servirá para que as pessoas, sejam elas crianças ou adultos, tomem conhecimento dos seus direitos e deveres enquanto consumidores, por que eu acredito que só assim é possível implantar essa cultura do consumo mais saudável dentro da sociedade”, explicou.

O Projeto “Educação para o consumo consciente” inicialmente trabalhará com 60 alunos da Rede Municipal de Ensino que estejam na faixa etária entre 6 e 12 anos. Serão ministradas aulas teóricas, que contarão com o auxílio da cartilha “ABC do Consumidor Mirim”, e práticas, por meio de visitações a centros comerciais. Já o “Guia Prático do Consumidor Informado”, que tem os adultos como público alvo, possui 14 páginas e aborda de forma leve e didática alguns pontos do Código de Defesa do Consumidor e de que forma ele está presente no cotidiano.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: