Portal O Estado

Prefeitura de Teresina inaugura nova sede do Centro Pop nesta quinta-feira (21)

O novo espaço do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua fica localizado na Rua Félix Pachêco, Nº 1352

A Prefeitura de Teresina inaugura, nesta quinta-feira (21/02), a nova sede do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, o Centro POP. O novo espaço fica localizado na Rua Félix Pachêco, Nº 1352. A mudança acontece em virtude da reforma em curso no espaço original do serviço. Os recursos para o novo espaço são do próprio município.

O serviço, vinculado à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), acompanha mais de 100 pessoas em situação de rua na capital. São realizados cerca de 500 atendimentos mensais, junto com a Casa do Caminho. A Casa também faz o encaminhamento de pessoas em situação de rua para o Restaurante Popular de Teresina.

“O Centro Pop é um centro de referência muito importante, que oferece atendimento com psicólogas e assistentes sociais para pessoas em situação de rua. Também contamos com o SEAS, Serviço Especializado em Abordagem de Rua, onde os agentes de proteção social estão diariamente no espaço da rua para identificar essas situações de risco e fazer o melhor encaminhamento para essas pessoas”, destaca Layla Paiva, Coordenadora da Divisão de Média Complexidade da Semcaspi.

O espaço representa um local de referência para o convívio social e o desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito, ofertando atendimentos individuais e coletivos. O Centro também oferta oficinas e atividades de convívio e socialização, além de ações que incentivem o protagonismo e a participação social das pessoas em situação de rua.

A inauguração acontece às 10h, no novo endereço. “É muito importante proporcionar para Teresina um melhoramento dos equipamentos sociais disponíveis pela assistência, em particular nesse momento, com um novo local para o Centro Pop. O espaço é mais qualificado para melhor atender a pessoa em situação de rua”, pontua o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: