Piauí Conectado trará melhorias aos sistemas de segurança e justiça do estado

Serviço de internet garantirá maior eficiência dos serviços com a instalação de dezessete pontos de internet nas unidades prisionais do Estado

Resultado de uma parceria público-privada (PPP), o programa Piauí Conectado implantará 5 mil quilômetros de fibra óptica de norte a sul do estado, em órgãos da Administração Pública e praças. A nova rede possibilitará que os serviços prestados à população sejam mais céleres e eficientes. Entre as áreas que serão beneficiadas, está a segurança pública e o sistema estadual de justiça.

O projeto prevê a instalação de dezessete pontos de internet nas unidades prisionais do Estado. Em conversa com a superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura, o secretário da Justiça, Carlos Edilson, enfatizou que a implantação do programa auxiliará na utilização do sistema de controle dos presos, como cadastros e transferências. Segundo ele, as unidades mais carentes nesse setor são as de Bom Jesus, Floriano, São Raimundo Nonato e a Colônia Agrícola Major César, em Teresina.

Carlos Edilson acrescentou que a secretaria passa por um processo de informatização e que o sistema utilizado atualmente está sendo melhorado para que novas funcionalidades sejam incluídas. “Esse é um sistema que já existe e que estamos fazendo uma adequação, mas só terá efetividade com uma internet de qualidade”, frisa o gestor.

Viviane Moura pontuou que uma gestão eficiente passa pela modernização e esse é um dos objetivos do Piauí Conectado. De acordo com a superintendente, o programa implantará 1.500 pontos de internet de norte a sul do estado, além de possuir diversos serviços associados, entre os quais os de televigilância e segurança de dados, que podem auxiliar na segurança pública e numa melhor gestão do sistema de justiça.

Segurança

Na Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI), o Piauí Conectado auxiliará na implantação do Centro Integrado de Comando e Controle (CCO), que contará com infraestrutura e tecnologia adequadas para monitorar, auxiliar operações e compartilhar informações em tempo real. O programa também levará internet a delegacias em todo o estado e à sede da Delegacia Geral, auxiliando nos registros de ocorrência, nos procedimentos policiais e na investigação policial.

De acordo com Emerson Silva, presidente da SPE Piauí Conectado, a perspectiva é que nos próximos meses 360 pontos de internet sejam instalados apenas em Teresina. Já a perspectiva para a instalação de todos os pontos do estado é de 24 meses, o que implicará na redução das despesas e entrega de um serviço de melhor qualidade ao Estado.

“A ideia do Piauí Conectado é criar uma rede de serviços especializados em todo o estado, levando internet de qualidade tanto à administração pública quanto aos piauienses, com os pontos que serão instalados para acesso público. Fizemos um mapeamento das cidades que serão contempladas no projeto e das instituições que serão atendidas. Foram priorizados serviços essenciais, como segurança, saúde e educação. A meta é que em um ano os órgãos da administração pública contem com internet de qualidade e com prestação de serviço mais eficiente”, finaliza Viviane Moura.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: