A Fundação Wall Ferraz (FWF) e a Prefeitura de Teresina, comemoram mais duas turmas do curso de Corte de Cabelo e Barbearia iniciadas para buscar profissionalizar pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social. O curso foi ofertado pela FWF, através do Projeto Profissionalizar para Inserir e ministrados na Casa do Oleiro e Casa do Caminho.

Curso sendo ministrado para pessoas em situação de rua em Teresina (Foto: Divulgação / FWF)

O projeto desenvolve uma política dirigida com base em demandas específicas e construídas de maneira coletiva com as representações de cada segmento para a realização de uma capacitação mais efetiva e inclusiva. O curso de Corte de Cabelo e Barbearia tem se mostrado bastante promissor, levando em consideração a realidade da cidade, onde o segmento das barbearias tem se consolidado.

Para a Gerente de Capacitação da FWF, Thayse Aguiar, são boas as expectativas para os egressos do curso: 

“As expectativas são muito boas para os alunos que iniciaram este curso, principalmente pelo crescimento de novas oportunidades de empregabilidade. A oferta desse curso na Casa do Caminho e Casa do Oleiro visa dar oportunidade de mudança na vida dessas pessoas, que estão dando um passo na profissionalização e qualificação para inserção e reinserção no mercado de trabalho”, afirma a gerente.

“O nosso primeiro dia de aula foi bem proveitoso, os alunos estavam muito interessados e participativos. Teremos aulas e oficinas práticas de corte masculino e barbearia estilizada focando justamente nas exigências do mercado atual. Na Casa do Oleiro as atividades da Casa irão encerrar junto com o curso, o que vai possibilitar que após o período de tratamento os acolhidos possam ter a oportunidade de se inserirem no mercado formal ou mesmo trabalharem de maneira autônoma”, pontua a instrutora do curso, Keila Silveira.

A Casa do Oleiro é uma unidade terapêutica que acolhe homens e mulheres para tratamento de dependência. A unidade sem fins lucrativos trabalha com recuperação e reabilitação dos usuários e familiares que sofrem com as consequências do uso abusivo e dependência do álcool, crack e outras drogas.

A Casa do Caminho disponibiliza acolhida noturna, higienização, alimentação e articulação com a rede socioassistencial, a fim de garantir a proteção social para as pessoas que estão em situação de rua.

Além da Casa do Oleiro e Casa do Caminho, mais nove organizações sociais e governamentais vão receber os cursos de qualificação profissional ofertados pela Fundação Wall Ferraz. São elas: Ascamte, Amor de Tia, CAPS III, CAPS AD, CREAS, Casa Esperança e Vida, Centro de Referência Esperança Garcia, Centro POP e Pestalozzi. Os cursos ofertados vão atender mulheres em situação de vulnerabilidades social, pessoas com deficiência, em situação de rua, em tratamento de câncer, dependentes químicos e jovens que cumprem medias socioeducativas.

Dê sua opinião:

Tags