#nãoseomita: campanha da OAB Piauí busca maior proteção à idosos

A ação visa levar palestras para escolas públicas da rede municipal, estadual e escolas privadas durante cinco dias

A Comissão de Direitos da Pessoa Idosa da OAB Piauí, presidida pela advogada Jória Batista, lançou nessa terça-feira (04) a campanha #nãoseomita - Violência contra a Pessoa Idosa é crime. A ação visa levar palestras para escolas públicas da rede municipal, estadual e escolas privadas durante cinco dias.

O Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, parabenizou os membros da comissão pela iniciativa e enalteceu a importância da ação para a sociedade. “O trabalho das comissões é importantíssimo porque partilhamos do interesse de defender a sociedade e a pessoa humana”, explica.

Já a vice-presidente da OAB Piauí, Alynne Patrício, exalta o trabalho dos presidentes. “A OAB Piauí está presente em todos os espaços, os presidentes de comissões estão fazendo um trabalho fantásticos em resposta a toda essa política de austeridade. Nós temos que dá visibilidade a esses trabalhos”, afirma.

Jória Batista, presidente da Comissão de Direitos da Pessoa Idosa, afirma que o projeto surgiu de trabalhos já desenvolvidos. “O objetivo é criar uma consciência social e política da existência da violência contra a pessoa idosa e, simultaneamente, disseminar a ideia de não aceitá-la como normal. Desse modo fiz a pesquisa toda através do ‘disque 100’, buscando todas as denúncias que ocorreram”, esclarece.

Por fim, também exaltando o Projeto, o Diretor-Tesoureiro Einstein Sepúlveda mostrou a sua felicidade com o trabalho da comissão. “Essa questão do violentômetro é fundamental, para fiscalizarmos os casos de violência contra o idoso, além disso, é muito importante essa interação entre as comissões porque proporciona benefícios para todos os ramos da sociedade”, expõe.

Violentômetro da OAB Piauí 

Como uma das pioneiras, a CDPI da Seccional Piauí lançou ainda um panfleto informativo, intitulado “Violentômetro”, que apresenta os tipos e níveis de violência cometidas contra a pessoa idosa, que vão desde piadas ofensivas à agressões físicas.

O informativo também apresenta os telefones úteis de órgãos públicos, como Conselho Tutelar, Defensoria Pública, Ministério Público, Disque Idoso e da Entidade da OAB Piauí, que também recebem denúncias.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: