Motorista é multada após ser "flagrada" a 710 km/h em rodovia de Brasília

Velocidade máxima permitida é de 60 km/h. Dona do carro foi multada em R$ 134 e considera erro em sistema

Uma motorista foi multada em R$ 134 após o carro em que ela dirigia ultrapassar a velocidade máxima permitida em uma rodovia do Distrito Federal. O inusitado é que o registro no sistema de trânsito consta que o veículo estava a 710 km/h. O "flagra" foi na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB).

A velocidade apontada na multa é incompatível com as possíveis de serem atingidas por qualquer carro.

A servidora pública Lana Albuquerque, dona do veículo, contou à reportagem que a multa foi aplicada em outubro do ano passado, mas ela só notou a infração nesta semana.

"Achei estranho porque o documento do IPVA 2019 não chegou, então fui consultar no site do Detran e me deparei com a surpresa de que meu carro estaria a 710 km/h na EPNB."

Além da multa, no entanto, o documento trazia outro dado contestável: o de que a velocidade permitida para a via era de 600 km/h – 10 vezes maior do que o limite máximo.

Para a motorista, pode ter havido um erro do sistema, com acréscimo de um zero ao final. Apesar disso, ela não descarta que dirigiu acima da velocidade, e disse que vai pagar a multa.

"Certamente posso ter passado um pouquinho acima da velocidade da via, porém, o meu carro ainda não é um avião", brinca.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: