Portal O Estado

Inspeção constata falta de material e condições ruins de trabalho no LACEN

Laboratório Central de Saúde Pública “Dr Costa Alvarenga”, localizado na zona Norte de Teresina, foi alvo de inspeção do MPPI

O Ministério Público do Piauí, por meio da 12ª Promotoria de Justiça, especializada na defesa da saúde pública, realizou na manhã da última quarta-feira (28), uma inspeção no Laboratório Central de Saúde Pública “Dr Costa Alvarenga”, LACEN que fica localizado na zona norte de Teresina. Acompanhado de servidores do MPPI, o Promotor de Justiça Eny Marcos Vieira Pontes visitou as instalações do Laboratório.

O objetivo da inspeção foi verificar a estrutura física do local, bem como o funcionamento do laboratório que realiza, por mês, aproximadamente 3.500 exames. Essa visita foi acompanhada pela diretora da instituição, Walterlene de Carvalho Gonçalves e por parte da equipe administrativa.

Os profissionais que compõem a equipe gestora relataram alguns problemas, dentre eles a falta de kits para realização dos exames, o que acarreta em acúmulo de demanda no resultado dos exames; também mencionaram que possuem equipamentos de ponta, mas que não houve ainda capacitação com os técnicos para que possam operá-los.

Sobre questões estruturais, foi possível observar que o local se encontra comprometido com fungos e falta espaço para determinados setores, sendo que há dois anos foi solicitado ao governo do Estado uma reforma e ampliação do local, que nunca foi iniciada.Um outro ponto que foi observado foi a falta do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI's) por parte dos servidores.

Sobre o LACEN

O laboratório tem o objetivo primordial de atender à comunidade através da execução de análises de interesse em saúde pública, fazendo parte integrante da vigilância em saúde. É um laboratório público, vinculado à Secretaria Estadual de Saúde, através da Superintendência de Vigilância em Saúde.

Atende diversas demandas provenientes das Regionais de Saúde, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária e Vigilância Ambiental, além de coordenar a Rede de Laboratórios Públicos e Privados que realizam análises de interesse em saúde pública, desenvolvendo atividades de controle de qualidade, supervisão, assessoria técnica e capacitações de recursos humanos da rede de laboratórios habilitados e encaminhamento de informações relativas às atividades laboratoriais através de relatórios.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: