Homem é condenado a 24 anos de prisão por assassinato no interior do Piauí após 11 anos

Francisco Manoel da Silva assassinou Edilson Virgulino Neto, que acreditava estar tendo um relacionamento com sua então companheira

Em julgamento na última terça-feira (13/08), a justiça do Piauí, através da Comarca de Picos, sentenciou Francisco Manoel da Silva, conhecido como Chico Porém, a cumprir 24 anos de reclusão por homicídio. Ele assassinou Edilson Virgulino Neto, que acreditava estar tendo um relacionamento com sua então companheira. 

O crime aconteceu em 7 de maio de 2004, na localidade Engano do Porém, zona Rural de Santana do Piauí. O acusado desferiu quatro tiros e golpes de faca contra a vítima. 

Francisco Manoel da Silva foi levado a julgamento pela prática do crime de homicídio qualificado pelo motivo torpe e utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima (artigos 121, § 2°, I e IV, do Código Penal). 

“Esse delito, à época dos fatos, causou grande repercussão na região de Picos, fazendo com que a população local clamasse por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido”, declarou o Promotor de Justiça João Malato Neto.

A sentença condenatória foi prolatada pela Juíza de Direito Nilcimar Carvalho.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: