Portal O Estado

Fundespi e Corpo de Bombeiros fazem visita técnica ao Albertão

O presidente da Fundespi, Clemilton Queiroz, destacou a aquisição de placar e catracas eletrônicas, além de internet para imprensa.

O presidente da Fundação de Esportes do Piauí, Clemilton Queiroz, se reuniu com representantes do Corpo de Bombeiros, na manhã desta quarta-feira (6), para uma visita técnica ao estádio Albertão. A visita foi motivada e acompanhada também por representantes de times, torcedores e pela Federação de Futebol do Piauí. A intenção é que após identificação de alguns pontos, e os devidos ajustes, a capacidade no estádio seja aumentada. Hoje, o limite é de 14 mil torcedores, segundo o presidente da Fundespi, a expectativa é que, após a execução desses ajustes, esse número chegue até 25 mil.

“Uma vez verificados os pontos que precisam ser ajustados, a nossa intenção é corrigi-los, para aumentar a capacidade de torcedores dentro do estádio, pequenos ajustes como: internet para imprensa, placar e catracas eletrônicas, que devem melhorar o acesso ao estádio, e a transparência com relação aos ingressos, além de oferecer um pouco mais de conforto para equipes e torcedores”, explicou Clemilton Queiroz.

Segundo o tenente Aragão, do Corpo de Bombeiros, nesta primeira visita técnica, alguns pontos foram observados, como saídas de emergência, reforço dos portões, iluminação, cadeiras e corrimãos. “Esses pontos serão avaliados com base no projeto apresentado pela Fundespi para serem corrigidos”, destacou.

‘’A gente acredita que, com o aumento da capacidade do estádio, a torcida vai comparecer.  A gente deve oferecer condições de conforto e segurança para que ela possa vir ao estádio e melhor estrutura para os times que irão participar das competições’’, disse Mazinho Patrão, gerente de futebol do River.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: