Portal O Estado

Com Festival de Inverno, turismo e comércio de Pedro II aquecem e alimentam a economia

Para o secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, o festival é um termômetro para o turismo piauiense já que tem resultados positivos a cada edição

Boa hospitalidade, belezas naturais, sítios arqueológicos, gastronomia diferenciada, rico artesanato e arquitetura histórica estão entre os vários motivos para os turistas se deslocarem para o município de Pedro II, localizado há 200km da capital piauiense. Desde quinta-feira (20), acontece na cidade o Festival de Inverno que já dura 16 anos e é um dos eventos que mais impulsiona o turismo na região, além de também movimentar a economia local.

Para o secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, o festival é um termômetro para o turismo piauiense já que tem resultados positivos a cada edição. “Todos os anos somamos e unimos forças para a realização de um grande evento. Pedro II por si já tem uma riqueza histórica que abrilhanta ainda mais o nome do Piauí. Com o Festival isso cresce, já que recebemos turistas de vários Estados do Brasil”, frisa o gestor. 

A turista Adriana Gama, afirma que o Festival surpreende a cada ano. “É a segunda vez que venho, o que me atrai são as bandas, a feirinha e os lugares, esse ano estou ansiosa por Zeca Baleiro. Durante esses dias que estamos aqui, podemos conhecer os atrativos bastante conhecidos na região”, disse empolgada a maranhense, acrescentando ainda que é a primeira vez que visita o Morro do Gritador.

O evento segue até o domingo (23) e conta com a apresentação de bandas regionais e nacionais como Biquíni Cavadão, Melim, Paulo Ricardo e outros. Paralelo aos shows, também acontece na cidade o 7º Desafio Serra dos Matões, espaços com apresentações teatrais, jogos, leituras, oficinas de dança, exposição fotográfica e passeios que podem ser adquiridos na Praça Domingos Mourão - Matriz, através da Associação de Condutores Turísticos (ACONTUR).

A secretária de Turismo do Município, Rejanete Campelo destaca o sucesso também para a economia local. “Avaliamos positivamente, estamos com um evento tranquilo e assim como os anos anteriores, temos a certeza que acertamos mais uma vez. Até agora temos um bom registro nas vendas e procura pelo artesanato, rede hoteleira, bares e restaurantes”, conclui a gestora municipal. 

A superintendente do Turismo, Carina Câmara, destaca o trabalho da Secretaria de Turismo do Piauí  (Setur) dentro do evento. “Realizamos esse evento em parceria, e esse, antes mesmo da finalização do evento já é o momento de agradecer os parceiros. Estamos na cidade acompanhando e vemos o quanto é importante a realização do mesmo, o quanto movimenta a cidade. Queremos trabalhar para que a cada ano o Festival cresça ainda mais”, finaliza a superintendente.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: