O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça (Sejus), inaugurou, nesta segunda-feira (23), a maior penitenciária do sistema prisional piauiense. A Cadeia Pública de Altos Antônio José de Sousa Filho possui capacidade para 603 vagas e é a terceira unidade penal inaugurada nos últimos quatro anos.

A Cadeia Pública de Altos é a décima sétima unidade penal do Piauí. Com uma estrutura composta por três pavilhões, salas de aula, biblioteca, laboratório de informática, consultórios médicos, alas para dependentes químicos, módulos de trabalho, a unidade, também, é a mais moderna do sistema prisional estadual.

Segundo o governador Wellington Dias, a estrutura possibilitará pôr em prática o sistema integrado de gestão de riscos, fazendo a classificação dos detentos. “Vamos trabalhar com o sistema de avaliação de risco, e, com isso, esperamos que a pessoa privada de liberdade saia daqui, após o cumprimento da pena, uma pessoa melhor. Esse é o grande desafio do Estado”, disse.

De acordo com o secretário de Estado da Justiça, Carlos Edilson, a nova unidade proporcionará estrutura para a ressocialização através da educação. “A inauguração dessa unidade vai possibilitar reduzir o déficit de vagas, bem como fará com que políticas públicas possam ser aplicadas para que os presos tenham uma oportunidade de estudo e, importante ressaltar que, em cada pavilhão, nós teremos duas salas de aula, onde continuaremos fomentando o estudo no sistema penitenciário do Piauí” , ressaltou o gestor.

Mais Vagas no Sistema Prisional

Esse é o terceiro presídio inaugurado no Piauí, desde 2015, quando foram inauguradas a Casa de Detenção Provisória de Altos e a Penitenciária Regional de Campo Maior. Com a Cadeia Pública, foram abertas aproximadamente 1.000 vagas.

Além disso, a Secretaria de Justiça deve iniciar obras para a construção de uma nova unidade em Bom Princípio do Piauí, e, ainda, a modernização e reforma da Colônia Agrícola Major Cesar e a Central de Triagem.

Mais Servidores Públicos

Na última quarta-feira (18), o Governo do Estado prorrogou a validade do concurso público para agente penitenciário por mais dois anos. Do último concurso, já foram nomeados 107 novos servidores estaduais.

Dê sua opinião:

Tags