Bradesco, Itaú, Banco do Brasil e Caixa anunciam redução nas taxas de juros para crédito imobiliário

A redução das taxas para financiamento da casa própria acompanha o corte mais recente da taxa básica de juros pelo Banco Central

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (8) uma nova redução nas taxas de juros de suas linhas de crédito imobiliário, seguindo movimento feitos nos últimos dias pelos concorrentes Itaú, Bradesco e Banco do Brasil.

A redução das taxas para financiamento da casa própria acompanha o corte mais recente da taxa básica de juros pelo Banco Central, que reduziu de 6% para 5,5% a Selic e ainda sinalizou espaço para novos cortes ao longo do ano.

As novas taxas valem tanto para imóveis residenciais enquadrados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), para imóveis de até R$ 1,5 milhão e que permite ao comprador usar o saldo das contas do FGTS, quanto no Sistema Financeiro Imobiliários (SFI) ou carta hipotecária, que costumam ser direcionadas para imóveis mais caros e solicitadas por compradores que não conseguem se enquadrar nas regras do SFH e utilizar recursos do FGTS.

Embora a Caixa Econômica ainda concentra cerca de 70% do mercado de crédito imobiliário no país, desde o ano passado os juros cobrados pelos principais bancos nas linhas financiadas com recursos da caderneta de poupança tem se mantido bem próximos.

Veja abaixo o comparativo das taxas mínimas dos maiores bancos nas principais linhas de crédito imobiliário:

Comparativo de juros para financiamento de imóveis

BancoSistema Financeiro Habitacional (SFH)Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI) - carta de créditopró-cotista FGTSlimite do financiamento
Caixa (modalidades tradicionais)a partir de 7,5% ao ano + TRa partir de 7,5% ao ano + TRentre 8,76% e 9,01% ao ano + TRaté 80% do valor para imóveis novos e 70% do valor para usados
Caixa (linha nova, atualizada pela inflação)a partir de 2,95% + IPCAa partir de 2,95% + IPCAnão operaaté 80% do valor o imóvel
Banco do Brasila partir de 7,4% ao ano + TRa partir de 7,4% ao ano + TR (na carteira habitacional hipotecária)9% ao ano + TR (disponível para imóveis novos e usados)até 80% do valor do imóvel novo ou usado
Itaú Unibancoa partir de 7,45% ao ano + TRa partir de 7,45% ao ano + TRnão operaaté 82% do valor do imóvel (tanto para novos como usados)
Bradescoa partir de 7,30% ao ano + TRa partir de 7,30% ao ano + TR (na carteira habitacional hipotecária)não operaaté 80% do valor do imóvel novo ou usado
Santandera partir de 7,99% ao ano + TRa partir de 7,99% ao ano + TRa partir de 7,95% +TR (apenas para imóveis novos)Até 80% do valor do imóvel (tanto para novos como usados)

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: