Portal O Estado

Bebê agredido pelo pai em Teresina perde lábio e terá cicatrizes irreparáveis

Francisco Vieira das Chagas Batista, 39 anos, foi preso em flagrante, sob a acusação de espancar o filho recém-nascido e causar sérias lesões

Após ser agredido pelo próprio pai em caso noticiado na última terça-feira (17/04), o bebê de apenas 30 dias de vida terá sequelas da agressão para toda a vida. Ele perdeu o lábio e parte do rosto desfigurado de maneira irreversível após as agressões sofridas.

Francisco Vieira das Chagas Batista, pai do bebê, é o acusado das agressões (Foto: Reprodução)

Segundo a polícia, quando a criança foi resgatada, ela estava com ferimentos na boca, no maxilar, com o rosto desfigurado e marcas de mordidas na região do peito e no pescoço. O diretor do Hospital de Urgência de Teresina, Gilberto Albuquerque, informou que o bebê passou por uma cirurgia e está em observação para ver se terá necessidade de passar por um novo procedimento para reconstrução da face.

No entanto, Gilberto considera que o quadro dos ferimentos é irreversível e o bebê terá sequelas para o resto da vida: "As cicatrizes se apresentam de uma forma irreparável. Houve perda significativa da musculatura que é responsável pelo movimento de abrir e fechar a boca, além também da perda de todo o lábio inferior. Certamente ficará uma deformidade significativa", disse o diretor do HUT, onde o bebê permanece internado.

Francisco Vieira das Chagas Batista, 39 anos, foi preso em flagrante, sob a acusação de espancar o filho recém-nascido e causar estas lesões.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: