Portal O Estado

Advogado comenta ação de policiais flagrados agredindo suspeito em Piripiri: "Não oferecia ameaça"

O advogado Tadeu Matos destacou que os policiais precisavam ter um controle psicológico para lidar com a situação. "Jamais, da forma como está no vídeo, os policiais poderiam fazer aquilo", disse

Diante do caso dos policiais que foram flagrados agredindo um suspeito na cidade de Piripiri, o advogado Tadeu Matos detalhou ao Portal O Estado quais seriam os procedimentos corretos e quais foram as falhas dos PMs no momento da prisão do suspeito. 

Segundo o advogado, os policiais precisavam ter controle psicológico para lidar com a situação e não agir da forma que fizeram no vídeo. 

"Só tive acesso às imagens que foram divulgadas, não sei o que aconteceu na prisão do deliquente. Mas no vídeo mostra que ele já estava algemado e sentado, sob controle dos policiais. Não podemos ver o teor da conversa, mas mesmo que houvesse uma agressão verbal por parte do deliquente, o policial precisa ter o controle da situação, não revidando daquela forma, conforme vimos no vídeo", disse o bacharel em Direito.

Ele destacou ainda que a partir do momento que o preso está na mão do policial, ele está na mão do estado, portanto, o policial deve preservar a vida do mesmo, sob pena de pagar sobre qualquer dano que venha causar a vida do delinquente. 

"Ele já estava algemado, já estava no poder do estado. Já estava pronto para ser encaminhado à Polícia Civil, que seria a responsável pelo encaminhamento do processo dele. Jamais, da forma como está no vídeo, os policiais poderiam fazer aquilo. Caso houvesse uma agressão por parte do preso, contra os policiais, aí sim eles poderiam revidar", ressaltou. 

O advogado lamentou toda a situação e finalizou dizendo que o ideal seria que a categoria de policiais recebesse um treinamento adequado para lidar com certas situações.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: