Portal O Estado

Piauiense Massaranduba revela: "Não sabe a vontade que estou de meter a porrada nele"

Ex-participante do TUF Brasil vibra por lutar no país pela 15ª vez desde que chegou ao UFC e aposta em grande duelo no sábado em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera

A derrota para Alexander Hernandez, em julho, deixou Francisco Massaranduba com mais gana de retornar ao octógono. Neste sábado, no UFC São Paulo, marcado para o Ginásio do Ibirapuera, o brasileiro enfrentará Bobby Green, pelo peso-leve, e promete definir o confronto sem deixar nas mãos dos jurados.

Em entrevista ao Combate.com, Francisco Massaranduba - com seu jeito peculiar de se expressar - declarou que acredita que irá fazer uma das melhores lutas desta edição e prometeu liquidar o adversário.

- Foi um dos melhores camps, estou bem pra caramba, me sentindo bem. Deixei a última luta para trás, foquei na trocação. Vou decidir essa luta na mão, vou entrar para acabar com a luta, não quero deixar para o juiz. Meu jogo é partir para cima com a intenção de acabar a luta. Será um Massaranduba mais agressivo.

- O que tenho para dizer ao público é que será uma das melhores lutas da noite. Vou para me arrebentar na porrada. Quero sair todo quebrado, mas com a vitória. Ninguém vai tirar essa vitória de mim. Ele não sabe a vontade que estou de meter a porrada nele. Estou falando de coração. Vou meter a porrada nesse bicho.

Massaranduba acredita que Bobby Green tenha excesso de confiança na absorção de golpes, mas acredita que o americano irá sentir quando for acertado por ele.

- Todo lutador tem uma brecha, e eu já vim assistindo às lutas dele. Na hora, não posso desperdiçar e aproveitar a brecha. O ponto fraco dele é se achar muito duro. Se eu fosse ele, não deixaria minha mão entrar na cara dele. Ele confia muito, vamos ver se ele aguentará a mão na cara do Massaranduba. O boxe dele é bom, então é matar isso e colocar meus chutes e joelhos.

Escalado para o seu 15º embate pelo Ultimate no Brasil, Francisco Massaranduba atuará na capital paulista pela quarta vez na organização. O atleta da Evolução Thai é sempre um dos mais festejados pelo público e reforça o quanto gosta de lutar no país.

- Quando o Massaranduba entra no octógono, é diferente, você vê que a galera gosta de ver o Massaranduba lutando. Sou o cara mais feliz do mundo quando entro naquele octógono. Quando falam o meu nome lá dentro, meu coração só falta explodir. Não tem como não querer lutar no Brasil, é o melhor lugar do mundo.

Aos 41 anos de idade, Massaranduba, que participou da primeira temporada do TUF Brasil, em 2012, não faz planos de aposentadoria. E, além do amor pela profissão, ele encontra motivação no filho, Francisco, de três anos de idade.

- Acordo todo doído de manhã, quebrado, mas olho para o moleque e penso: "Vou treinar. Isso (a dor) não vai me vencer nem fod****)". Todo santo dia tem que estar na academia. É alguém para te incentivar. No dia que não estiver assim, pode colocar a luva no armário, trancar e parar de lutar. Estou com 41 anos e vou bater em muita gente ainda. Não tenho meta (de parar), enquanto o corpo estiver falando "vai", eu vou.

UFC São Paulo
16 de novembro, em São Paulo

CARD PRINCIPAL (22h, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Ronaldo Jacaré x Jan Blachowicz
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Paul Craig
Peso-leve: Charles do Bronx x Jared Gordon
Peso-médio: Antônio Arroyo x André Sergipano
Peso-médio: Markus Maluko x Wellington Turman

CARD PRELIMINAR (19h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x James Krause
Peso-pena: Ricardo Carcacinha x Eduardo Garagorri
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Bobby Green
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Randy Brown
Peso-pena: Douglas D'Silva x Renan Barão
Peso-mosca: Ariane Lipski x Veronica Macedo
Peso-galo: Vanessa Melo x Tracy Cortez

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: