Os países do sudeste da Ásia se unirão para sediar a Copa do Mundo em 2034, segundo o primeiro-ministro da Tailândia, Prayuth Chan-ocha. O anúncio foi feito neste domingo, depois de uma reunião entre os líderes da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), em Bangkok, na Tailândia. A primeira vez que o continente recebeu um Mundial foi em 2002, com sedes no Japão e na Coreia do Sul, e o Catar o levará de volta em 2022.

Os líderes têm o apoio da região para sediar da Copa do Mundo de 2034. Eu gostaria de convidar as pessoas da ASEAN a apoiar as associações de futebol em seus países, a fim de realizar este sonho.

A Associação é formada por Brunei, Camboja, Cingapura, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Tailândia e Vietnã, com mais de 640 milhões de habitantes na região. Segundo a Reuters, a ideia de sediar uma Copa do Mundo foi discutida pela primeira vez no início da década, e os defensores do projeto dizem que o evento ajudaria a elevar a região financeiramente, além de uma integração maior com o resto do mundo.

Não foi divulgado como deve ser a proposta, se os 10 países estariam dentro do projeto de sediar o Mundial, por exemplo. Outra possibilidade levantada é colocar em campo uma equipe com os melhores jogadores da região, com uma seleção única.

"A realização da Copa do Mundo elevaria a posição global da ASEAN e seria a primeira vez que um bloco intergovernamental regional abrigaria um evento de tal importância", disse Fuadi Pitsuwan, especialista em políticas públicas da Universidade de Chiang Mai, da Tailândia.

A candidatura da ASEAN competiria com a China, que é vista como favorita para sediar a próxima Copa do Mundo na Ásia.

Dê sua opinião:

Tags