Correios corta patrocínio milionário à natação brasileira

O plano prevê ainda o corte de 80% dos celulares corporativos da empresa, que hoje são 1,8 mil aparelhos, a uma economia anual de R$ 420 mil.

Os Correios preveem cortar R$ 34 milhões das despesas nos próximos 12 meses, neste bolo estão R$ 5 milhões que devem ser retirados de patrocínios à Confederação Brasileira de Natação. O anúncio foi feito aos diretores da estatal, afirma o jornalista Guilherme Amado, da Época. 

A maior fatia, R$ 17 milhões, virá de renegociação de contratos de obras, bens e serviços.

O plano prevê ainda o corte de 80% dos celulares corporativos da empresa, que hoje são 1,8 mil aparelhos, a uma economia anual de R$ 420 mil.

A estatal está na mira do governo para ser privatizada.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: