O Barcelona venceu o Real Betis por 5 a 2 neste domingo, e Griezmann foi a grande atração com dois gols e uma assistência. Mas outro nome chamou a atenção, e não pelo desempenho. 

Ansu Fati entrou nos minutos finais do duelo para fazer sua estreia profissional, com apenas 16 anos de idade. Fati já fez história ao entrar contra o Betis. A dois meses de completar 17 anos, o adolescente se tornou no segundo mais jovem de sempre a disputar um jogo de Espanhol pelo Barcelona.

 

O mais jovem desde 1941, quando Vicente Martínez foi a campo para defender o clube contra o Real Madrid, com 16 anos e nove meses e estabeleceu o recorde. 

Após a partida, Lionel Messi postou uma imagem de um abraço carinhoso em Ansu Fati, com uma mensagem especial para o jogador e para Carles Pérez, de 21 anos, que fez seu primeiro gol pelo time principal. 

O gênio argentino foi outro prodígio em seus tempos, mas mesmo assim não estreou tão cedo: tinha 17 anos e três meses quando foi a campo pela primeira vez, em 2004, substituindo Deco.

Uma aposta de 12 anos 

Nascido na Guiné-Bissau, Anssumane Fati migrou para a Espanha com sua família ainda com seis anos de idade. O gosto pelo futebol e seu talento com a bola o colocaram no Sevilla, e por lá muitos já apostavam no seu futuro. Tanto que não demoraram a surgirem propostas de outros cantos da Espanha. 

O Barcelona foi o clube que conseguiu convencer o garoto a deixar o Sevilla, ainda com 12 anos. Na base do Barça, Fati fez sucesso ao lado de Take Kubo, que chegou a ganhar o apelido de "Messi Japonês" por sua qualidade técnica. 

Um ano e quatro meses mais velho que Fati, Kubo foi um dos mais midiáticos atletas da base do Barcelona nos últimos anos, em parte pelo talento e pela comparação em estilo com Messi, em parte por conta da polêmica política de contratações de jovens pelo clube, que acabou punido por irregularidades nas transferências, com o nome de Kubo no olho do furacão. 

O jovem japonês retornou ao seu país natal e agora defende o Mallorca, por empréstimo, depois de ter sido anunciado como reforço do Real Madrid. 

Fati ficou no Barcelona, galgou rapidamente posições na base e foi chamado para os profissionais uma semana antes da estreia. Com 16 anos, o garoto já realizou um sonho, de jogar no Camp Nou. E há tempo de sobra para realizar muitos outros sonhos em sua carreira no futebol.

Fonte: ogol.com.br

Dê sua opinião:

Tags