Marcelo Pereira/AllSports

O Campeonato Brasileiro de futebol feminino começa nesta quarta-feira (25) com 16 clubes na divisão principal e uma nova fórmula de disputa elaborada pela CBF, organizadora do torneio. A intenção da entidade em modificar as regras foi ampliar o número de jogos e participantes. Serão duas divisões (Séries A-1 e A-2) com o mesmo número de equipes (16).

A Série A-1 terá oito clubes paulistas (Corinthians, Santos, Portuguesa, Ponte Preta, Ferroviária, São José, Audax-SP e Rio Preto), dois pernambucanos, (Sport e Vitória-PE), além de Flamengo, Pinheirense-PA, Kindermann-SC, Foz Cataratas-PR, Iranduba-AM e São Francisco-BA. 

Os times serão divididos em dois grupos de oito. Todos se enfrentarão em turno e returno, sendo que os quatro primeiros estarão classificados para a próxima etapa (quartas de final). Os duelos das fases eliminatórias serão disputados em ida e volta.

Os dois últimos colocados da elite — um de cada chave — serão rebaixados, enquanto os dois primeiros da divisão inferior ganham o acesso para a Série A-1 no ano que vem. Nesta quarta, oito jogos abrem a primeira rodada do Brasileirão feminino: Pinheirense-PA x Ferroviária, Santos x Flamengo, Sport x São José-SP (que terá transmissão no site da CBF), Ponte Preta x Vitória-PE, Portuguesa x Rio Preto-SP, Audax-SP x Foz Cataratas-PR, Kindermann-SC x Iranduba-AM e Corinthians x São Francisco-BA

Edição de 2017

O Santos venceu o Corinthians na final e foi o campeão da edição de 2017. Pinheirense-PA (campeão) e Portuguesa (vice), subiram para a Série A-1. 

Outros campeões

O Campeonato Brasileiro de futebol feminino foi realizado em anos anteriores, mas tinha formatos diferentes do atual. entre 2013 e 2016, os campeões foram os seguintes clubes: Adeco-SP, Ferroviária-SP, Rio Preto-SP e Flamengo.

Fonte: R7



Dê sua opinião:

Tags