No último sábado (05/10), aconteceu a 1ª Clínica de Futebol e Avaliação Técnica no município de Angical. O evento foi promovido pela Escola de Futebol do Boca Juniors em Teresina, com o apoio do empresário Bruno Neto. Ao total, 120 atletas das categorias do Sub 11 ao Sub 15 participaram.

Na ocasião, a metodologia do Clube Atlético do Boca Juniors em Buenos Aires foi apresentada aos atletas e treinos específicos foram realizados, que são os mesmos utilizados nas categorias de base na Argentina. De acordo com a avaliação física e técnica realizada com os atletas da cidade, eles possuem bastante potencial.

A clínica e as avaliações ocorreram pela manhã do sábado. Na parte da tarde, aconteceu um amistoso de integração da categoria Sub 17 da Escola do Boca em Teresina contra a seleção de Angical do Piauí. A partida foi dura, mas respeitosa, com um placar de 2 a 1 para Angical. “Jogos como esses são importantes para preparar os atletas de forma física e estratégica para outras competições”, comenta Thiago Pereira, diretor das Escolas do Boca no Piauí.

A intenção deste primeiro evento é estreitar laços com o município, já que este fica localizado entre dois grandes pólos esportivos: Água Branca e Amarante. Dessa forma, é importante ter uma Escola do Boca Junior em Angical para que aconteça a captação desses atletas e eles possam competir em torneios estaduais, nacionais e até internacionais, com cada vez mais avaliações, ensinamentos e técnicas do time argentino.

A Escola de Futebol do Boca Juniors em parceria com Bruno Neto irá avaliar o melhor atleta para participar do Campus Xeneize na Argentina. O evento acontece no final de novembro deste ano e é uma chance para o atleta emergir no futebol argentino, com direito à hospedagem e treinamento no CT do Clube do Boca Juniors, junto aos atletas da base. Além disso, o jogador visita as ruas de Buenos Aires, incluindo a La Bombonera para vibrar durante um jogo do Boca Juniors.

Isso é uma forma de incentivar os atletas, principalmente os do interior. “O futebol é muito dinâmico e ser um jogador profissional em um grande clube é possível, não podemos desistir do futebol do nosso Estado”, finaliza Thiago.

Dê sua opinião:

Tags