Disney deleta cena de assédio em “Toy Story 2” após denúncias do movimento #MeToo

O clima tenso envolvendo a cena, que não aparecerá nas próximas tiragens dos formatos home video (DVD e Blu-ray) e digital, veio à tona após um fã tê-la captado e divulgado em fóruns online no mês passado.

Em uma matéria publicada na manhã desta quarta-feira (3) o Deadline anunciou que a Disney resolveu deletar uma cena do conteúdo extra de “Toy Story 2″. A decisão vem após a eclosão do movimento #MeToo, que envolveu uma série de escândalos sexuais e denúncias de assédio em Hollywood. Nas imagens, o personagem Stinky Pete, vilão da trama, assedia duas bonecas Barbie – situação que faz uma clara alusão ao comportamento dos acusados.

O material extra estava reservado a um menu especial com “erros de gravação” e de acordo com o site será excluído em respeito às vítimas e especialmente pelo fato de que o co-fundador da Pixar Animation e chefe de animação da Disney, John Lasseter, deixou os estúdios no ano passado após acusações de má conduta.

O clima tenso envolvendo a cena, que não aparecerá nas próximas tiragens dos formatos home video (DVD e Blu-ray) e digital, veio à tona após um fã tê-la captado e divulgado em fóruns online no mês passado. Às portas do lançamento de “Toy Story 4”, que tem oferecido aos estúdios um retorno bastante satisfatório em termos de público e bilheteria, todos os lançamentos anteriores retornam às prateleiras.

O longa mais recente da franquia, que chegou aos cinemas no último dia 20 de junho, embarca seus personagens clássicos em uma nova aventura, desta vez para salvar o recém-chegado Garfinho, brinquedo mais recente de Bonnie. Liderada por Woody e Buzz LightYear, a missão de salvamento leva o cowboy ao encontro de uma velha conhecida, a boneca Betty.

Assista ao trailer:


Dê sua opinião:

Tags

Veja também: