Aos 18 anos, Klara Castanho relembra início de carreira aos 6 anos e dificuldades da fama

A atriz, que começou a carreira ainda criança, falou sobre como foi crescer diante dos holofotes, disse que não usa aplicativos de namoro e que já sofreu por conta do corpo

Klara Castanho, que completa 19 anos no próximo dia 6, começou a carreira ainda criança. Seu primeiro grande papel, em Viver a Vida, foi aos 9 anos e todos sabemos que não é fácil crescer diante dos holofotes. Nem todos conseguem passar por este turbilhão da fama intactos.

A atriz contou que a estrutura familiar foi o verdadeiro pilar para que ela não desabasse. "Meus pais me prepararam desde muito cedo, sempre foram muito conscientes do que eu encararia. E em primeiro lugar está minha família, pois tive muita insegurança com relação ao meu corpo, por exemplo. O processo pra entender que eu não precisava me comparar a ninguém, que meu corpo era único...", explica.

"Lembro de ver as tops muito magras e altas e eu sempre fui proporcional ao meu tamanho: sou baixinha, meu estômago é alto. Nunca vou ter barriga chapada. Quando entendi isso passou a fase de guerra comigo mesma. Olhava no espelho e não me gostava", relembra Klara, que não chegou a se render a táticas drásticas para emagrecer.

"Nunca fiz dieta maluca, mas a reeducação alimentar eu fazia. E minha mãe ficava: 'para, você é adolescente, seu peso e saúde estão bons. Para com isso'. Eu devo toda minha integridade mental aos meus pais", comemora.

Klara disse que sempre teve total liberdade de dialogar com os pais sobre tudo. "Meus pais são muito cuidadosos, mas muito abertos. Sempre sentamos e conversamos sobre tudo. Nunca teve tabu na minha casa e por isso me sinto muito confortável."

Quando o assunto é ainda chocar o público, que ainda solta frases como "nossa, como vocês cresceu!", Klara diz que isso nunca a incomodou. "Não tenho como mudar isso. Acho muito legal terem ainda esse carinho por mim, muito natural as pessoas reagirem por causa da memória afetiva em que estou pequena."

Solteira, ela disse que a paquera no Rock in Rio, onde curtiu o primeiro fim de semana de shows, passou despercebida por ela e que não é do tipo que busca relacionamentos amorosos. "Não estou namorando, mas os fãs respeitam total. Eu vim curtir, então não é algo que eu reparo ou procuro. Se aconteceu, deixei passar [risos]. Vim pra curtir mesmo com minhas amigas", contou a atriz, que está bem solteira.

"Quando aconteceram coisas na minha vida emocional foram natutrais, não busquei, não fui atrás e não existiu dificuldade por eu ser uma pessoa pública. Isso nunca foi impedimento. Mas não tenho apps [de relacionamento], porque eu não gosto. Acho lindo quem se vira bem, mas não se encaixa pro que eu quero. Não procuro, então não faz sentido eu ter. Acho que vai acontecer no tempo que tem que acontecer."

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: