Portal O Estado

Governo do Piauí decreta estado de emergência Zoossanitária contra a Peste Suína no estado

Adapi está tomando medidas para conter o avanço da Peste Suína no Piauí e já verificou sete mortes de animais por PSC no estado

Desde o dia 07 de abril, o Piauí registrou um foco de Peste Suína Clássica (PSC) no município de Lagoa do Piauí, cerca de 42 km, da capital Teresina. Para combater a doença e erradicar, o governo decretou situação de emergência zoossanitária no intuito de agilizar questões burocráticas afim de agilizar ações e aquisição de materiais. A Agência de Defesa Agropecuária (Adapi), levou equipes para Lagoa do Piauí e verificou a morte de sete animais por PSC, os outros animais tiveram que ser sacrificados, por conta do vírus serem altamente contagioso para os animais.(Foto: Divulgação / Adapi)

E para conter a PSC, a Adapi está colhendo e analisando amostras de sangue em regiões próximas a do município de Lagoa do Piauí. O diretor de defesa sanitária da Adapi, Idílio Moura, disse que a agência está tomando todas as providências para conter o foco da doença. "Além de interdições das propriedades e controle do trânsito de animais, as medidas incluem investigação epidemiológica nas propriedades circunvizinhas e sacrifício sanitário de todos os suínos do foco. Será um processo contínuo que durará cerca de 30 dias ou mais, até ter a certeza de que o vírus foi erradicado", afirma.

(Foto: Divulgação / Adapi)

Lembrando que a Peste Suína Clássica (PSC) não é uma zoonose, ou seja, não acomete os seres humanos. Mas gera prejuízos gigantescos para os criadores de suínos. Os animais apresentam os sintomas de febre alta, mortalidade elevada, principalmente entre suínos jovens, manchas avermelhadas no corpo, conjuntivite, diarreia e paralisia dos membros.

Com informações da Ccom-PI por Lorena Costa

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: